7 lições da pandemia para manter no escritório em 2021

Pessoas na fila para medir temperatura

Desde o anúncio do primeiro caso de Covid-19 no Brasil, em fevereiro, o dia a dia da população vem passando por profundas transformações. Isolamento social, medo, ansiedade, mudanças na rotina pessoal e profissional, enfim, 2020 foi um ano atípico em todos os aspectos e, claro, impossível seria sair dele sem trazermos lições da pandemia. 

Apesar de a ciência ter trazido pesquisas relevantes sobre o vírus, ainda vivemos muitas incertezas, e os cenários futuros continuam turvos. 

Continuamos analisando e refletindo sobre as lições da pandemia, que vão desde lavar as mãos com mais frequência até o olhar empático e o sentimento de comunidade. No escritório, as coisas não são diferentes: mudanças de estrutura e de comportamento continuarão a prevalecer. 

Ao pensarmos em tantas transformações, fica certo de que entraremos em 2021 aplicando essas lições. Neste artigo, reunimos sete delas, que seguem como tendência dentro do escritório.

1. Empatia no trabalho

O olhar humanizado sobre o outro foi uma das máximas nesta pandemia. Um exemplo foram as campanhas para ficar em casa o máximo possível, em respeito e segurança aos familiares, aos profissionais de saúde e a todos que precisaram seguir com suas funções, sem opção de home office ou trabalho remoto. 

A empatia tornou-se evidente porque, afinal, todos nós nos sentimos afetados com o risco de contágio e morte. Gestores precisaram se reinventar e ouvir mais as equipes, já que agora os funcionários se encontravam em um novo ambiente de trabalho: o home office. O expediente, que antes era dentro do escritório, passou a ser compartilhado com filhos, esposas e maridos, tarefas de casa e vida pessoal. 

Mais do que nunca, vida pessoal e profissional andaram de mãos dadas, ocupando o mesmo ambiente e tempo do dia. E, portanto, a empatia pelas necessidades de cada indivíduo tornou-se uma pauta importante dentro das empresas

Horários flexíveis, ajuda de custo para home office e a preocupação em entender como empresas poderiam ajudar a melhorar a produtividade do colaborador tornaram-se pontos fundamentais. Mesmo em um cenário pós-pandemia ou de flexibilização, é necessário continuar a ser empático. Afinal, as consequências de tantos meses em um novo modelo de trabalho e isolamento social irão perdurar.

Para 2021, muitos escritórios optaram por continuar na opção de trabalho remoto ou home office, alguns escolheram o modelo híbrido e outros preferiram retornar à rotina tradicional. Independentemente da escolha, as boas práticas implantadas em 2020 devem continuar a evoluir e ganhar espaço, criando empresas que colocam a vida do funcionário em primeiro lugar e que entendem a relação entre bem-estar e produtividade. 

Duas mulheres se cumprimentando através do cotovelo.

Usar máscara, manter a distância e evitar apertos de mão são formas de manter o convívio com outros colaboradores de um jeito seguro.

2. Limpeza do escritório reforçada

Não há dúvidas de que limpeza se tornou um assunto de destaque durante a pandemia. A busca pelo álcool em gel, a higienização das mãos como prevenção à disseminação do vírus e o uso dos produtos específicos para limpar pisos e outras superfícies foram – e continuam sendo – uma preocupação geral. 

A limpeza reforçada das superfícies é uma das lições da pandemia que levaremos para 2021, não só como uma forma de prevenir o contágio por coronavírus, como também de outras doenças virais transmissíveis, como a gripe. 

Aprendemos que quando o assunto é higienizar espaços, é preciso criar uma rotina eficaz, aliada a bons produtos, ao invés de ser visto como algo que pode acontecer apenas uma vez por semana em todo o escritório. 

Os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) também ganharam destaque na pandemia. Se, antes, algumas empresas pecavam nesse quesito, agora tornou-se essencial para a saúde e o bem-estar de todos que convivem no mesmo ambiente. 

Disponibilizar sempre luvas e máscaras para a equipe da limpeza é importante e não deve ser encarado como uma despesa desnecessária.

3. Espaços mais sustentáveis

Durante o isolamento social, um dos assuntos que ganhou destaque foi a sustentabilidade. De acordo com o artigo “O planeta, principal beneficiário do coronavírus” (no original espanhol “El planeta, el principal beneficiado por el coronavírus”) publicado pela revista National Geographic Espanha, esse período foi um respiro para o meio ambiente, que se recuperou de alguns danos causados pelo comportamento do ser humano, como a poluição e a piora da qualidade do ar. 

Portanto, repensar o nosso estilo de vida é fundamental para um futuro melhor, e o mesmo se aplica ao escritório. Em 2021, colocar em prática essa lição da pandemia pode acontecer pela  da arquitetura corporativa ou por mudanças de comportamento no ambiente de trabalho. Confira algumas dicas:

  • Abra espaço para conversas e workshops sobre sustentabilidade no trabalho, consumo e meio ambiente. As temáticas podem ser sobre a conscientização dentro do escritório, mas também na vida pessoal dos seus colaboradores. 
  • Promova campanhas e metas para redução de resíduos, que podem ser aplicadas a impressões, copos plásticos, embalagens e outros tipos de lixo. 
  • Repense a arquitetura corporativa do local e invista em mudanças dentro do escritório que possam aproveitar melhor a iluminação natural.  
  • Mude o jeito que a empresa consome! Ao comprar produtos de limpeza, sabonetes e outros, procure sempre por marcas que sejam eco-friendly. Se for trocar aparelhos, busque por aqueles com baixo consumo de energia. 

4. Preocupação com saúde mental e emocional

A saúde mental no trabalho foi uma pauta importantíssima durante o período de isolamento social. Com as pessoas em casa, sem ver amigos, colegas e familiares, e enfrentando episódios de ansiedade e medo, foi necessário que esse problema começasse a ser combatido por parte das empresas, para garantir o bem-estar da equipe. 

Algumas começaram a implantar ações, como auxílio-terapia, meditação guiada, horários flexíveis, momentos de conversa e happy hours virtuais, para que a equipe continuasse a interagir e a cultivar uma vida social, ainda que à distância. 

O cuidado com o próximo é uma das mais valiosas lições da pandemia, que além de nos aproximar enquanto humanos, agrega valor às empresas, tornando-as bons locais para se trabalhar. Em 2021, mesmo com a flexibilização e a volta aos meios sociais, é importante continuar a atenção aos funcionários e lembrar-se que muitos ainda vão apresentar sequelas dos dias de isolamento. 

A terapia é uma das lições da pandemia.

A saúde emocional no trabalho está conectada com o desempenho profissional. Para não haver queda na produtividade, empresas podem dar ajuda de custo para terapia.

5. Valorização das pessoas

Uma das lições da pandemia que mais tocaram a todos foi a valorização das pessoas e dos momentos. Ficamos meses sem ver parentes, colegas de trabalho, amigos e perdemos o convívio diário. Aliás, quantos de nós já não temos planos para o pós-pandemia, não é mesmo?

A necessidade de afeto e socialização nos relembra que empresas são feitas por pessoas e para pessoas, portanto, a humanização de processos, a rotina e os espaços ganham um lugar especial em 2021 e devem fazer parte dos planos de gestão de recursos humanos das empresas. 

Nesse novo ano que se aproxima, reveja os ambientes de trabalho, as relações com a equipe e promova mais campanhas de valorização dos colaboradores, por meio de promoções, implantação de planos de carreira, brindes e presentes em datas importantes. Reaproxime pessoas e faça com que isso seja uma característica forte da cultura organizacional. 

6. Criatividade para se reinventar

Inovar e ser criativo também fazem parte das lições da pandemia, especialmente pela crise que afetou diversos mercados. Empresas precisaram encontrar novas formas para vender, trabalhar, motivar e se organizar. Soluções inéditas foram colocadas em prática nos escritórios, que deixaram de atuar no formato de trabalho tradicionais para se adaptarem a modelos mais condizentes com o período de isolamento social. 

A criatividade para se reinventar é um dos pilares mais importantes para que negócios possam ultrapassar situações difíceis e, ainda assim, manterem-se fortes no mercado. 

Para o futuro, a tendência é que haja mais espaço para pensar em soluções, analisar problemas e se planejar para driblar situações difíceis. Os momentos de conversa e reuniões de alinhamento com o time são ótimos para abrir diálogos e ouvir novas ideias, sem julgamentos. 

As lições da pandemia podem nos ajudar a construir um futuro melhor no mercado de trabalho, nas relações pessoais, na sociedade e para o meio ambiente. Construir um novo caminho a partir dessas reflexões é fundamental para o escritório pós-pandemia e modelos de carreiras mais humanizados e eficientes.

Para entender mais sobre esse contexto, convidamos você a ler o nosso e-book “O escritório após a Covid-19”. Nele, você encontrará informações sobre como fazer o plano de migração para um novo formato de trabalho, safe design e muito mais. Clique na imagem abaixo para baixar gratuitamente!

SCROLL UP